18.2.10

Não sabia que existia uma tristeza que além de consumir a alma era capaz de atormentar o corpo. E não falo dos ataques de gula ou da falta de apetite e vontade de ficar imóvel deitada na cama. É uma sensação estranha...aliás, é uma não-sensação, é a falta delas. É ver o corpo deambular por aí, sem propósito algum, sem que o consiga acompanhar, é um não querer saber. Tenho quase a certeza que se neste momento alguém espetasse agulhas num bonequinho meu, eu não ia sentir. É estranho... Entretanto fiz das viagens de 1h mais longas da minha vida e assim do nada, não me sai da cabeça esta frase de uma música qualquer "please don't leave me".

2 comentários:

Felina Mulher disse...

As vezes me sinto assim tbm!


Beijos minha linda...tenha uma linda tarde.

A miuda dos saltos altos disse...

Sorri para a vida que tudo melhora :)