30.3.10

chatroulette

A Carla já me tinha falado e eu achei piada à ideia. Depois li uma reportagem sobre ele e fiquei de novo com a pulga atrás da orelha e há uns dias, lá fui eu experimentar o famoso chatroulette.
Ora, para quem ainda não teve o prazer de ouvir falar de tal engenhoca, é um chat a nível mundial, onde com as webcams ligadas, podemos falar com uma pessoa em qualquer parte do mundo, desde o vizinho do lado ao sr. lá onde Judas perdeu as calças, aleatoriamente. Podemos dar uso ao audio ou ao teclado, eu prefiro o teclado, que o meu english já sucks o suficiente escrito. E quando a conversa não agradar, é dar uso ao botão maravilha - "next", sem nenhum pudor nem necessidade de boas educações, está a enjoar é só passar à frente.
E assim bem espremido, é isto. É a conversa de elevador levada a outro nível!
Ora, eu experimentei e resolvi usar os meus óculos "afasta-engates", azeiteiros que dói, em forma de coração. Sim, há gente que usa isto para o engate, para quê se nunca mais vão ver a pessoa na vida, perguntam vocês. Ora, também não chego a perceber, mas acho que a troco de um "show me your boobs", como vi num ou noutro cartaz.
Há também os srs. a mexer nas suas coisinhas mais-que-tudo e também já vi uma sra. nos mesmos afazeres. Aqui, o "next" é o nosso melhor amigo e nem se chega a ver praticamente nada, se não quisermos.
Bem, como estava a dizer, usei os óculos "azeitolas" porque me apeteceu, achei engraçado e a verdade é que até me diverti. Um sr. perguntou se me escondia dos paparazzi, mas acho que não tinha muita moral, já que usava um lenço a tapar o nariz e a boca e se apresentava como "ninja", de NYC, nascido no Havai. E por minutos, fui a ninja portuguesa e tive das conversas mais parvas da minha vida, sobre ninjices.
Falei com o típico americano, obeso, com um bigode daqueles que dá para pentear e jardineiras, casado com uma portuguesa, que me mostrou o neto e o cão. Falei com um sr que estava a tocar guitarra, a arranhar uma música dele, de Liverpool, a quem avisei que ia ser eliminado da UEFA. Com um British que diz que ouviu dizer que nós saímos todos os dias à rua para tomar café e há pelo menos um café em cada rua, tal como lá há os pubs. Com um francês, que foi buscar um caderno e caneta para aprender umas palavrinhas em português. Com um espanholito que gostava de Lisboa. A minha irmã mostrou os seus dotes na guitarra a um sr. de não sei onde, que tinha uma exposição de guitarras em casa (ouviu um "continua a praticar...":P). Mostrámos as mãos a 2 gajos que queriam ver skin, e não satisfeitos disseram "now take your fingers and..." e nós pegamos nos dedos e fizemos pilinhas para eles e "next". Falámos com uns irmãos franceses que não fechavam bem a caixa, ele sentado em frente ao pc, com aspecto "paz e erva" e ela atrás a dançar, de repente com uma máscara, eu fui buscar a minha máscara do carnaval de veneza, ela foi buscar outra e eu dei-lhe a vitória e "next".
Raparigas, só pararam 2. Uma menina de Amesterdão, que também ficou surpreendida por eu falar com ela, e falámos basicamente de Portugal, que ela já tinha estado nos Algarves, mas foi só praia e borracheiras. E a outra menina, dispensava ter parado. Só me perguntou "que'est que tu cherches ici?" (ou algo do género) e antes de me deixar responder, virou a webcam para outro lado e meio segundo depois apareceu-me em soutien e calças e baixa as calças....e, lamento mas não fiquei para ver o resto...NEXT! (se fosse minha filha...ai coitada!)
Ah! E uma pessoa Chinesa...digo uma pessoa porque embora eu achasse que era uma menina, a minha irmã apostava que era moço. A pessoa até foi simpática nos segundos de conversa que conseguimos ter, era desagradável perguntar. Mas pareceu-me ver uma puka na parede do fundo e isso não me parece coisa de macho...

Enfim, quem ficou um bocadinho curioso e tiver uns minutinhos para dispensar, vale a pena. É engraçado, são mini-conversas da treta com pessoas com quem jamais nos cruzaríamos na vida. Como diria a minha prima "não dá grande moca, mas distrai".

2 comentários:

Hazel disse...

Querida Ana,

Podes tratar-me por tu, é mais prático. :))

Obrigada pelo aviso. Tenho conhecimento disso, sim. Mas peço que não refiras esse assunto, por favor.

Obrigada pelo comentário tão querido. Publiquei-o na mesma, mas sem a parte do aviso.

Beijos mágicos!

Sofia disse...

LOL mais uma invenção brilhante XD já tinha ouvido falar, mas depois de ler a tua experiência só me sinto capaz de ver isso a funcionar com alguém ao meu lado XD sou mais do tempo do mIRC e do "ddtc", onde a probabilidade de ficar com a mente poluída era menor ou pelo menos exigia mais criatividade... lolol

Beijo grande =)