17.1.11

A 18ª de 365

Às vezes não se fartam de comer sempre a mesma coisa? Por muito que até pense em elaborar a ementa semanal ao Domingo, nunca esta ideia passou sequer para o papel.
Depois acabo por comprar as mesmas coisas e fazer os mesmos pratos, com um ou outro diferente lá para o meio. Ou comer coisas rápidas ou fazer de conta que o jantar não existe e passar do lanche para aS ceias...
Ainda por cima até gosto de cozinhar...É uma questão de organização, provavelmente. Este ano, mais do que nunca tenho que me organizar, que começar a reger-me por um horário mais rigoroso, deixar de ter tantos momentos "papo para o ar" (aiiii que dói só de pensar). Adiante, que me estou a desviar do assunto.
Recebi, a meu pedido, este livro no Natal.
E pensei em tornar-me a Julie do "passo>a>passo refeições rápidas", cozinhar as receitas todas assim de rajada, mas depois passou-me... Fazer uma massa de atum, uma sandes ou comer sopinha de ontem ou uma taça de cereais não vão ser assim excluídos da minha vida como se não tivessem importância...Portanto de vez em quando vou ao tal livro e depois venho aqui partilhar, que aquilo tem umas coisas engraçadas. Isto é mais para aquelas pessoas que como eu vivem longe da comidinha da mamã...
Não, isto não se vai tornar num blog de culinária, mas como também não sei muito bem para que é este blog, agora apetece-me partilhar receitas.
E dito isto, passemos à receita de "frittata de curgete, cenoura e tomate" (ou omeleta com legumes?), que era a única para a qual eu tinha todos os ingredientes em casa.

Ingredientes:
 on 365 Project1 c. chá de azeite
1 cebola cortada em meias-luas
1-2 dentes de alho esmagados
2 ovos
2 claras de ovos
1 curgete aparada e ralada
2 cenouras descascadas e raladas
2 tomates picados
pimenta
1 c. de sopa de manjericão fresco, ripado, para guarnecer (ou salsa e azeitonas, que manjericão fresco nunca existiu cá em casa)

                                         
1- Numa frigideira grande antiaderente, aqueça o azeite e salteie a cebola e o alho durante 5 minutos, mexendo bastantes vezes.
2- Bata os 2 ovos e as 2 claras de ovos numa tigela. A seguir, deite na frigideira.
3- Com uma espátula, puxe para o centro da frigideira a mistura de ovo dos lados, permitindo que o ovo não cozido corra por baixo.
4- Quando a base ficar ligeiramente firme, deite a curgete, as cenouras e os tomates. Tempere, a gosto, com pimenta e continue a fritar, em lume brando, até os ovos ficarem cozidos a seu gosto.
Salpique com o majericão ripado, corte a fritatta em quartos e sirva.

E hoje foi isto com sopinha.
Achei alguma graça, acho que punha menos quantidade de cenoura e curgetes, para a minha irmã faltava alguma coisa. De 0 a 5, um 2,5. Heh... Mas isto de gostos não se discute.

6 comentários:

Sara sem Sobrenome disse...

Aposto que se eu tentasse fazer esta receita não ia ficar nada parecido com a imagem.

Ana disse...

Ainda eu não pus a foto do livro :P

Geralmente fico pseudo-deprimida quando vejo a minha comidinha à beira das fotos dos livros. É a única altura em que quase prefiro os livros de receitas sem imagens...

mónica* disse...

tem bom aspecto;)

às vezes faço uma omelete assim, tipo crepe, e depois ponho tomate fresco cortado aos cubos, uma fatia de queijo e outra de fiambre por cima enquanto ainda está na frigideira para o queijo ficar fundido, dobro tudo bem dobradinho e fica um petisco rápido e maravilhoso!

quando tenho paciência acrescenta pimento verde cortadinho nos ovos antes de fritar, fica ainda melhor;)

possa! prolonguei-me...:p

Ana disse...

Uii essa sugestão parece-me, de longe, bem melhor!!! Com queijo derretido huummm... Tenho que experimentar:)

mónica* disse...

sim, experimenta e dps diz se gostaste;)

uma dica: põe o queijo por fim, assim consegues segurar as pontas do crepe dobrado no queijo fundido:)

Christine disse...

Eu tenho dessa colecção a cozinha italiana, mas ainda não tive tempo para fazer o quer que seja de lá. Quando comprei o livro não havia esse que tens... a ver se o encontro noutro sitio:P

Boas refeições!